Loading...

Quem sou eu

Minha foto
São José dos Campos, SP, Brazil
ALGUÉM QUE BUSCA O AUTOCONHECIMENTO E O CONTATO COM A SENSIBILIDADE DA ALMA, PARA QUE POSSA CONHECER E DESVENDAR OS MISTÉRIOS DA MENTE ATRAVÉS DA NATUREZA E DO SER HUMANO UTILIZANDO TODOS OS SENTIDOS.

domingo, 4 de agosto de 2013

O estranho caso de Benjamin Button

Ao tentar refletir sobre o sentido do filme, fui surpreendida ao perceber que as abordagens são amplas. Senti que quando nos deparamos com o magnífico, o bizarro ou incrível, e ainda, o diferente, nossa tendência é trazermos para a nossa vida tal significado. Desta forma, considero que há uma grande lição a ser vivida quando o outro não satisfaz nossas expectativas plenamente. Por isso damos as costas ao ser complexo que nos desafia e procuramos o que rotulamos de "normal". Sim. O diferente, o complexo será isolado e sua sobrevivência será mantida em separado. Levará uma existência solitária e aprenderá a conviver com suas limitações ou diferenças, seja lá o que for que o defina. E não seria este ser bizarro, incrível e anormal uma busca do sentido de nossa própria existência? Nosso eu incompreendido? Vamos nos olhar no espelho e responder a esta questão.

domingo, 28 de julho de 2013

Campos do Jordão

domingo, 31 de julho de 2011

O SENTIR

As infinitas maravilhas do Universo são a nós reveladas na medida exata em que nos tornamos capazes de percebê-las. A agudeza da nossa visão não depende do quanto podemos ver, mas do quanto sentimos (Helen Keller)

sábado, 30 de abril de 2011

O tempo

Reflexões

O remédio contra o tempo
é levar o tempo
num eterno movimento
evitando contra tempos
levando a vida sem frescura
sem lenço , sem documentos
com prazeiroso pensamento ...


Eliane Thomas

quarta-feira, 23 de março de 2011

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

terça-feira, 12 de outubro de 2010

O PRESENTE

Lidamos com prioridades, valorizamos detalhes imperceptíveis de nossas vidas, deixamos passar despercebidas as necessidades frementes da felicidade presente; esquecemos de nós e assistimos ao pulsar do tempo, que conduz os idos anos mal passados e mal vividos, esquecendo até mesmo de olhar à nossa volta e perceber quem de fato nos vê como de fato somos; não vamos ser conduzidos: vivamos o agora!
By bebaldim

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Verdades


"Se você tivesse acreditado na minha brincadeira de dizer verdades, teria ouvido as verdades que eu insisto em dizer brincando." (Charles Chaplin)

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

domingo, 21 de março de 2010

OUTONO


Esvoaçantes folhas deslizam das copas
Ao vento se entregam e se deixam conduzir
Do alto descendem e em queda livre alcançam o chão
De verde amarelecido toda a relva passam a tingir
Trazem notícias e alento ao meu coração
Anunciam novos dias que estão por vir
Novas letras à vida e ao Universo nova canção.
by bebaldim - todos os direitos reservados

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

domingo, 4 de outubro de 2009

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

domingo, 6 de setembro de 2009

sábado, 29 de agosto de 2009

LIVRE PARA AMAR


há tempos, quando sentia, não dizia
hoje não há mais segredos, o tempo urge
o sentimento preso ao peito, doía
agora me faz feliz notar quando surge
sei que se afastas quando me aproximo
é intenso demais e pode ser que magoe
o sentimento liberta, me dá novos ares
a vida é mais intensa em mim, não peço que se doe
também peço que não deixe de dar água às flores
pois a natureza é sábia em tudo o que dispõe
não faria de um sentimento tão puro de cores
surgir névoas ou algo que distoe
da suavidade, da leveza e do brilho dos amores
não é necessário que empreendas fuga
não sintas medo, não chores
pois o amor que sinto mal não te fará
apenas fará nascer no meu coração cicatrizes
que serão marcas profundas que a dor aliviará
não mais terei espinhos nem raízes
pois a semente do amor em mim brotará
voltarei às estrelas e ao brilho de mil matizes
porque sei que meu estágio aqui se acabará

by bebaldim - todos os direitos reservados

SENTIDOS

quinta-feira, 9 de julho de 2009

VISÍVEL E INVISÍVEL


O QUE FICA
não dá prá sair de mim
e valorizar o que a vitrine oferece
o que está lá fora tem fim
o que está aqui dentro fica, permanece
minha realidade é o que está em mim
porque a projeção do espelho envelhece
enquanto a flor do jardim
será sempre bela e ninguém a esquece
a memória do tempo encontra o sim
e testa a nós todos quando anoitece


by bebaldim - todos os direitos de postagem reservados

quinta-feira, 18 de junho de 2009

LOREN CITY

LIBERDADE DE EXPRESSÃO....E AÇÃO


MOVIMENTO
os passos são para frente
não há limites para o caminhar
o horizonte é amplo, a brisa atraente
nada há que possa obstar
na mente levo a ação consciente
dos valores que vou buscar
tenho a vontade consistente
as mãos dispostas a trabalhar
os braços abertos genuinamente
pois não se faz união sem abarcar
árvores, riachos, bichos e gente
a natureza é vasta a se alargar
não discrimina a menor semente
pois é dela que se vai esperar
que os corações se amem livremente
não importa se vieram da terra ou do ar
tampouco do oriente ou do ocidente
os braços, os galhos, os rios além mar
são todos de uma mesma nascente
e foram criados para amar
by Bebaldim - todos os direitos reservados

A VERDADE

A VERDADE


A busca incessante
O conflito, o rompimento, a transição
A necessidade de reconceituar não só o distante
Mas também o que se tornou transgressão
É comum nos perdermos na teia enredante
Na influência e diversidade de opinião
Mas não devemos perder de vista o que é importante
A verdade que queremos alcançar é a razão
Por vezes nos perdemos em afirmação alucinante
Concluindo certezas e fechando a questão
Mas a verdade não havemos de alcançar o bastante
Não temos eloqüência, sabedoria, nem abstração
Para atingi-la por inteiro, quão arrogante
Todavia, somente achamos a ilusão
Na insistência em nos atribuir qualidade brilhante
Ignorando que somente teremos a verdade à mão
No momento em que desviarmos o olhar delirante
Do próprio umbigo canastrão
Percebendo do nosso lado o semelhante

by Bebaldim - todos os direitos reservados

domingo, 22 de março de 2009

VIVA!

Já perdoei erros quase imperdoáveis,
tentei substituir pessoas insubstituíveis e esquecer pessoas inesquecíveis.
 Já fiz coisas por impulso,
já me decepcionei com pessoas quando nunca pensei me decepcionar, mas também decepcionei alguém.
 Já abracei pra proteger,
já dei risada quando não podia,
fiz amigos eternos,
amei e fui amado, mas também já fui rejeitado,
fui amado e não amei.
 Já gritei e pulei de tanta felicidade,
já vivi de amor e fiz juras eternas, "quebrei a cara muitas vezes"!
Já chorei ouvindo música e vendo fotos,
já liguei só para escutar uma voz,
me apaixonei por um sorriso,
já pensei que fosse morrer de tanta saudade
e tive medo de perder alguém especial (e acabei perdendo).
 Mas vivi, e ainda vivo
Não passo pela vida…
E você também não deveria passar!
 Viva!
Bom mesmo é ir à luta com determinação,
abraçar a vida com paixão,
perder com classe e vencer com ousadia,
porque o mundo pertence a quem se atreve
e a vida é "muito" pra ser insignificante.

(Charles Chaplin)

sábado, 21 de março de 2009

domingo, 15 de março de 2009

AO MESTRE COM CARINHO


EDUCANDO
É preciso ter bem mais que tolerância para se aplacar o coração dos homens
É preciso muito mais que estratégia para se vencer o terror nos olhos das vítimas de guerra
Não se acalma a ignorância com palavras
Não se protege as nações com tratados
A paz se faz com diálogo e respeito às idéias opostas
A paz se dá à medida que aprendemos a ouvir mais e polemizar menos
Quando percebemos as qualidades e talentos no opositor
E unimos a ele nosso esforço para alimentar os homens
Alimentar de pão, de afeto e informação
Chegamos enfim à óbvia conclusão:Não há paz se não houver educação
by bebaldim - todos os direitos reservados

sexta-feira, 13 de março de 2009

RESPEITO À NATUREZA


NATUREZA
Mudanças progressivas
Ventania, clima, marés
Posturas agressivas
Conseqüências ao revés
Não sei se o que vejo no horizonte
É a sombra do sol se pondo ou o cinza do pó químico
Esparramado no ar, do início ao fim da ponte
Não faz idéia o homem que descobriu
Como manipular os metais pesados
O quanto de sua natureza abstraiu
Nem queria ele chegar ao triste fim
De não enxergar mais até onde a vista alcança
Somente desejava o progresso, sim
Ignorava que o céu claro seria apenas uma lembrança
Tal como a água límpida, a mata predominante
A brisa inocente em sua face, imagem e semelhança
Certamente, não queria ele que as geleiras derretessem
E as flores em seu jardim não mais florescessem
Sei o quanto almejou ver seu filho crescer
Vendo o cantar das aves e o voar das borboletas
Brincar na praia com as areias brancas ao amanhecer
Sei que não imaginou quanto lixo ia aparecer
E quantos versos tristes não daria aos poetas

Todos os direitos reservados a bebaldim

domingo, 8 de março de 2009

CONFIE NO AMOR


Sempre um rio - Osho

Relacionamento significa algo completo, acabado, fechado.

O amor nunca é um relacionamento. O amor é relacionar-se.

Ele é sempre um rio, fluente, sem fim. O amor não sabe o que é ponto final.
A lua-de-mel começa, mas nunca acaba.

Os amantes tem um fim, o amor continua.

É um verbo não um substantivo.

E por que nós reduzimos a beleza do relacionar-se a um relacionamento?

Por que temos tanta pressa? Porque o relacionar-se é inseguro e o relacionamento é uma forma de segurança.

Relacionamento dá uma certeza. Relacionar-se é só um encontro entre dois estranhos, talvez só por uma noite, e, pela manhã, dizem adeus.

Quem sabe o que vai acontecer amanhã? O amor não é uma quantidade, é uma qualidade - e uma qualidade de uma certa categoria que se desenvolve quando a damos e que morre se a retemos.

Se você for mesquinho com relação ao amor, ele morre.

Então seja realmente um esbanjador! Sinta-se livre para dar o seu amor.

O amor sabe como explorar o desconhecido. O amor sabe como pôr de lado todas as seguranças. O amor sabe desbravar o desconhecido e não-mapeado. Amor é coragem.
  
 Confie no Amor

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Veja “Dachshund Dogs” na sua página inicial do Google

bebaldim@gmail.com te mandou os seguintes Gadgets do Google e esta mensagem:



domingo, 1 de fevereiro de 2009

A BUSCA POR RESPOSTAS


É preciso sentir a necessidade da experiência, da observação, ou seja, a necessidade de sair de nós próprios para aceder à escola das coisas, se as queremos conhecer e compreender
Émile Durkheim

domingo, 25 de janeiro de 2009

MENSAGEM DE GANDHI


“Se eu pudesse deixar algum presente a você, deixaria aceso o sentimento de amor à vida dos seres humanos. A consciência de aprender tudo o que nos foi ensinado pelo tempo afora. Lembraria os erros que foram cometidos, como sinais para que não mais se repetissem. A capacidade de escolher novos rumos. Deixaria para você, se pudesse, o respeito àquilo que é indispensável: além do pão, o trabalho e a ação. E, quando tudo mais faltasse, para você eu deixaria se pudesse um segredo. O de buscar no interior de si mesmo a resposta para encontrar a saída". Mahatma Ghandi

sábado, 24 de janeiro de 2009